quarta-feira, 18 de junho de 2008

100 anos da Imigração Japonesa no Brasil



Hoje, 18/06/2008, é o dia em que se comemora oficialmente os 100 anos de imigração japonesa no Brasil. O que pra mim é mesmo para se comemorar. Adoro a comida japonesa (o Marcelo brinca que só assim mesmo pra eu comer legumes rsrs), adoro fazer origami (dobradura de papel). E adoro mangás e animes. E a tecnologia japonesa (as primeiras fábricas de empresas japonesas vieram pro Brasil atrás da mão de obra imigrante). E admiro a disciplina japonesa. E as artes marciais.Etc.

Em 18 de abril de 1908, o navio Kasato Maru desembarcou em Santos 781 japoneses a fim de trabalham na agricultura paulista. Poucos ficaram no litoral, a maioria foi plantar café (e outras coisas, nas hortas a que tinham direito). Trouxeram coisas deliciosas como o caqui. Esse foi o marco inicial da imigração maciça de japoneses para o Brasil.

Mas, segundo o historiador Marcelo Abreu, não foi o início da imigração japonesa para o Brasil. A primeira colônia agrícola de japoneses implantou-se em 1907 no norte fluminense, comprada pelo governo do Estado e aprovada pelos japoneses para se implementarem. Infelizmente, a colônia não durou muito. Solo esgotado e falta de apoio tanto do governo quanto da Companhia de Imigração Japonesa (que inicialmente deram apoio à iniciativa) foram alguns dos fatores para que a família Kumabe desistisse do projeto 5 anos depois. Mesmo assim, fotos da família Kumabe foram apresentadas como estímulo para que a imigração maciça acontecesse.

Mais sobre o assunto:

Revista de História da Biblioteca Nacional
e Livro contesta aniversário da imigração japonesa

----------------
Now playing:
Skeletal Family - Waiting
via FoxyTunes

ps: caso não tenham notado, o novo endereço do blog é http://alindeg.blogspot.com

3 comentários:

Snaga disse...

A cultura japonesa de uma maneira geral é muito foda!

Pena que eu nunca comi comida japonesa, com excessão de um sushi mal feito em uma festa de formatura! haha

Paulo Rocha disse...

Apesar de compartilhar a mesma opinião que você, eu não aguento mais só ouvir falar disso toda hora na TV. Curto a cultura japonesa, adoro a cozinha japonesa, e as japonesas também, e mais um monte de outras coisas que iriam deixar este comentário muito grande.

Fëanor disse...

Também sou um aficcionado pela cultura japonesa. Só não gosto da comida =P

A questão como eles encaram a vida, a honra, a disciplina, enfim, todas essas "heranças samurais" são realmente fascinantes.

E sim, essa é uma data a se comemorar muito. Já não bastassem as imensas contribuições que eles trouxeram para cá, hoje em dia os decasseguis enviam quantias de dinheiro imensas para o Brasil, quase equiparando-se aos valores que a exportação de soja nos garante. Parece exagerado, e é, mas é verdade. =)