segunda-feira, 26 de abril de 2010

Preconceito? Poupe-me, Igreja Universal.

Essa foto é de quarta-feira última, 21/4: Aterro do Flamengo paralisado por conta do evento da Igreja Universal na Enseada de Botafogo. Dois milhões de pessoas vindo para cá, numa região que não tem infra-estrutura pra isso. E vindo do Rio de Janeiro inteiro. Resultado: feriado infernal para a cidade INTEIRA, as organizações Globo logicamente aproveitando pra espinafrar a Universal (também, deram de bandeja um motivo) e a TV Record enchendo o saco, no seu jornalismo, acusando quem reclamou do evento de "preconceituoso contra evangélicos". Vamos aos fatos:
Quem não tinha nada a ver com o evento ficou revoltado porque não pode se locomover sem querer matar os fiéis que estavam no caminho (quem mora nos arredores do evento, como eu, tinha que enfrentar congestionamento até de pessoas (o que me deixou trancada em casa em pleno feriado). E mesmo quem foi ao evento (sendo da Universal ou não, os cantores gospel que se apresentaram não são DA UNIVERSAL, evangélicos de outras igrejas também os ouvem) enfrentou um trânsito infernal (gastando umas duas horas a mais do que o costume para o mesmo trajeto) e uma multidão insuportável, para ainda não ouvir direito o que lhes interessava (os cantores). Sim, ouvi isso de uma pessoa da Assembléia (que ainda por cima passou mal com uma tapioca que comeu por lá).
Então, Universal, a má repercussão não foi resultado de preconceito de quem não é evangélico. A cidade parou, da Av. Brasil em diante, por conta de um evento mal formulado. O local foi pessimamente pensado, a infra-estrutura então nem se fala. Eu, particularmente, aceito que a pessoa tenha qualquer crença.O que não aceito é ter a minha vida transtornada (e da minha cidade INTEIRA também) por conta de um evento mal formulado.Não me venha dizer que é campanha difamatória do grupo Globo....

5 comentários:

marcelo disse...

faltou vc contextualizar um pouco hein amor =p
voce só explicou o titulo da materia na ultima linha,.. =p

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Não é por nada...mas não seria melhor então transmitir um evento pela tv? Dai assiste quem quer, sem tumultuar a cidade rs.

Essa guerrinha Globo Record já torrou o saco mesmo.

Fora o monte de lixo jogado no chão... coisa triste.

Anônimo disse...

Engraçado que quando ocorrem eventos desse tipo feitos pela igreja católica, como por exemplo uma procissão ou coisas do tipo, ou então quando ocorre um show grátis na praia, ninguem reclama neah, porq será isso??

Ceinwyn disse...

O problema não foi ser da Universal, o problema foi o feriado ter sido eliminado por conta de um evento. Também reclamaria se a igreja fosse a católica ou se fosse um show de graça (como o evento foi, aliás).Talvez sem os ônibus fretados, talvez, se cada um arrumasse seu jeito de ir para o evento... mas os ônibus fretados tinham que ocupar o Aterro do Flamengo e as ruas adjacentes, né? Isso que não aceito de forma alguma - mesmo se eu me interessasse pelo evento.

marcelo disse...

Esse anonimo ai não sabe do que tá falando. Ao invés de ficar de 'mimimi estou sendo perseguido' ele devia pensar antes de postar.

Eu moro ali perto e reclamaria fosse evento católico, show de rock, ou jesus chegando a terra de novo. O problema é a escolha de um lugar que não tem a infraestrutura para tanta gente, no meio de um feriado, que deveria ter sido um dia de descanso para todos, ou seja, sua 'festinha' cerceou o meu direito de ir e vir.

Deviam ter escolhido o rio centro, ou algo assim, não o botafogo, que é um bairro de PASSAGEM. Essa porcaria de evento acabou com o meu feriado, que não tenho nada a ver com isso.